quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Você que quer se ajudar, que quer se uma mulher diferente, precisa mudar seus conceitos sobre o que é bonito em uma mulher. A Bíblia nos ensina isso em várias passagens, mas a mais popular é: “Como jóia de ouro no focinho de uma porca, assim é a mulher formosa que não tem discrição.” Provérbios 11:22 Discrição faz parte da elegância da mulher. A mulher sem discrição é uma mulher sem noção. Veja o que o dicionário fala sobre a discrição:Qualidade de quem é discreto, de quem não tem a intenção de chamar a atenção. Competência de quem sabe diferenciar o certo e o errado; que tem discernimento. Característica ou qualidade de quem é recatado, casto, que tem pudor. Qualidade de alguém que não delata os segredos alheios. Hoje, quando você tiver um tempinho só para você, medite sobre discrição e em quê você tem deixado a desejar. Faça algumas perguntas a si mesma: Como é que eu trato o meu marido/ namorado/ meus pais/ meus irmãos/ minhas amigas/ meu patrão/ meus colegas de trabalho/outras mulheres em geral? Como é que eu me visto para o trabalho/ escola/ igreja/ shopping/ em casa/academia? Como é que eu ando? Com quem eu ando? Se alguém não me conhece, qual a primeira impressão que ela tem de mim? Como é que eu falo com as pessoas? Como é que eu reajo quando alguém “pisa no meu pé”? Eu sou uma pessoa educada com as outras? Depois de fazer essa meditação sobre si mesma, veja o que você fará de diferente para ser uma mulher discreta. Fonte: Blog Cristiane Cardoso

Até que um dia... o encanto acabou!

Olá, que todos sejam bem vindos! E vamos falar sobre relacionamentos. Todo relacionamento amoroso começa com uma ponta de admiração e, com o tempo, à medida que o relacionamento vai se transformando em algo mais sério, a admiração só tende a crescer, já que quanto mais você conhece aquela pessoa, mais você conhece suas boas qualidades também. Até que vocês se casam e ficam sabendo que não há só boas qualidades, há defeitos, que por sinal, são muitos! Pois é, aquele príncipe ou princesa da sua vida, acabou se transformando em um sapo, toda a magia do amor começou a sumir e você tende a desanimar. E é aí que o relacionamento de muitos casais começa a ser abalado. Ambos começam a olhar só para os defeitos, as falhas, as fraquezas e se esquecem daquelas qualidades que tanto admiravam no início de tudo. Espera, nem tudo está perdido, graças a Deus! Primeiramente, erros todo mundo tem. O jeito é aprender a conviver com eles, desde que estes não sejam prejudiciais ao relacionamento de vocês, é claro! Existem certas atitudes que precisamos ter para com o outro.É errado pensar que para voltar a admirar, é preciso fazer algo extraordinário, ao contrário, lembre-se de que você admirou seu parceiro(a) um dia e isso foi porque você começou a fazer certas coisas como conhecê-lo (a) melhor. Tudo bem que hoje você já conhece muito bem, mas será que você entende o que se passa com ele (a)? Por que ele (a) está tão irritado ultimamente? Por que ele (a) não tem mais prazer em conversar com você? Veja abaixo, cinco dicas de como desenvolver admiração pelo seu parceiro (a) novamente: 1. Envolva-o nas suas decisões. Sim, procure pedir sua opinião, faça com que ele (a) sinta-se importante. 2. Lembre-se dos pedidos do seu parceiro (a). Dê prioridade ao que ele ou ela pede para você fazer. 3. Elogie-o publicamente.Quanto mais admirado ele ou ela se sentir, mais razão lhe dará para admirá-lo (a)! 4. Pratique a regra das 48 horas. Procure dentro desse tempo, fazer um agrado, um elogio, um carinho, uma atenção maior, um favor, enfim… se você manter esse ritmo de estar sempre agradando-o (a), pelo menos a cada 48 horas, ele ou ela vai entrar numa competição com você de quem agrada mais quem! 5. Entenda e aprecie o trabalho dele ou dela.Nunca critique, tente sempre incentivar! Ah, você fala como se tudo isso fosse tão fácil… você não conhece o "fulano", ele (a) não faz nada que me agrada, como é que eu vou elogiar? Amiga(o), não é possível que você tenha se casado com uma pessoa que não tenha nada de bom! Às vezes as qualidades ficam escondidas debaixo do rancor, da raiva, do desamor, da rejeição, enfim… para você desenvolver admiração pelo seu parceiro ou parceira, você precisa, conscientemente, aguçar essas qualidades.Isso diz, que ele ou ela ainda tem o seu apoio, o seu carinho, e isso serve como motivação para ser uma pessoa melhor… mas quando ele ou ela só tem as suas críticas, qual motivação terá para ser um marido ou esposa melhor? Fonte: Internet

terça-feira, 19 de abril de 2016

O Medo

Sabe qual é o principal inimigo da sua fé? O medo. Porque ele é um dardo do diabo lançado todos os dias, para ir paralisando a sua fé. Muitas das vezes a pessoa não percebe, só que ela já aceitou o medo dentro do seu coração. Esse sentimento gerou a dúvida, a murmuração, o desespero, etc. “Aquilo que temo me sobrevém, e o que receio me acontece”. Jó 3.25 E agora? Tantas notícias ruins, não vejo mais saída para os meus problemas? Cheguei em um ponto que não acredito em nada e ninguém? Pois é, viu como o mal trabalha. Você que antes era alguém de fé elevada, agora está sendo paralisado. Mas, eu lhe digo: Continue olhando para tudo isso e a sua vida vai afundar! Ou você crê no Poder de Jesus e naquilo que diz a palavra ou, então, você vai viver tomado pelo medo, com essa avalanche de problemas, de negativismo, de pessimismo, de más notícias, de pensamentos de morte e de derrota. Em Mateus 14:26-27 fala, justamente, sobre a questão da fé, a questão de olhar o que está à sua volta, olhar para aquilo que está escrito e a questão do medo e como o medo consegue destruir toda uma situação de vida.“ Deus lhe diz, agora: Vem, vive o milagre e receba a vitória em sua vida! Fonte: Internet

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Sinais de insegurança

Eu acredito que todos sentem-se inseguros em algum momento da vida, porém temos que vigiar para que esses pequenos detalhes não se transformem em um problema sério. Segue a lista desses sinais: Isolar-se dos outros. Ter medo de se machucar e por causa disso fechar todas as janelas do seu coração. Ter ciúmes dos amigos e da pessoa amada.Achar que eles gostam mais dos outros do que de você. Ter inveja das pessoas. Cobiçar o que elas têm. Falar mal dos outros para se sentir melhor sobre si mesma. Falar sem parar, fazendo de tudo para chamar a atenção, achando que as pessoas vão ignorá-la se simplesmente ficar quieta. Ignorar os outros só para que corram atrás de você. Ter necessidade de receber o cuidado e a atenção das pessoas. Levar muito tempo para fazer algo, com medo que isso vai sair errado. Ter necessidade de ser amada por todos e ao perceber que alguém não gosta de você, fazer o possível e o impossível para que essa pessoa venha a adorá-la. Não confiar em ninguém, sempre achar que alguém vai desapontá-la. Não conseguir elogiar alguém, especialmente outras mulheres. Fato que geralmente acontece, porque você não quer que elas tenham o privilégio de sentir, aquilo que você não sente sobre si mesma. Guardar rancores. Estar tão voltada ao passado que se sente vulnerável no presente. Ser desorganizada com o seu tempo. Perder o foco no que é importante e se deixar distrair por coisas sem importância. Não terminar o que começa. Não fazer o que diz que vai fazer, e assim não cumprir com a sua promessas. Ser infiel. Mentir. Fingir ser o que não é, especialmente com algumas pessoas. Sofrer de baixa auto estima. Ser tímida. Ter medo de fazer até mesmo as coisas mais simples da vida, como dirigir em uma estrada ou ir a algum lugar novo sozinha. Depender dos outros o tempo todo. Não se sentir capaz de aprender algo novo. Não gostar da sua aparência. Se comparar com os outros. Se pôr para baixo em todos os sentidos, especialmente pela forma como fala de si mesma. Se vestir de uma maneira que não valoriza o seu corpo. Não usar saia ou vestido, por achar que não fica bem em roupas feminas. Desprezar as mulheres bonitas. Odiar os homens. Sempre esperar pelo pior das pessoas. Sempre interpretar errado o que os outros dizem ou fazem. Não assumir riscos. Não tomar iniciativas. Ser uma pessoa cheia de dúvidas. Fonte: Blog Cristiane Cardoso.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Saindo da Caverna

Quem já leu sobre Elias, sabe de seus grandes feitos, como o fato de ser um homem muito usado por Deus, e que não teve medo de ser guiado e fazer o que Deus ordenava. Mesmo as circunstâncias mostrando o contrário, ele obedeceu pela fé, e ele não foi desamparado e nem envergonhado por Deus. Mas existiu um momento em que Elias “teve medo e fugiu para salvar a sua vida”, quando Jezabel irou-se contra Elias e o ameaçou. Como isso foi possível? Depois de tudo o que Deus fizera na sua vida e através dela, por causa da ameaça de uma mulher ele teve medo e fugiu para não morrer? Pois é, o espírito do medo pode nos alcançar e talvez você esteja na mesma situação de Elias, o espírito do medo tenha te alcançado.“O medo é como uma amnésia espiritual, pois ele nos faz esquecer de Deus e do que Ele é capaz”. E foi isso o que aconteceu com Elias, por um momento, ele se esqueceu do que Deus é, das coisas que havia feito na sua vida e através dela. A Palavra de Deus diz: “Porque Deus não nos deu o espírito de temor, mas de fortaleza, e de amor, e de moderação”. Então concluímos que o espírito de medo não procede de Deus, e não somente isso, que Deus não quer que tenhamos medo algum. Na Bíblia, nós encontramos 366 vezes a palavra “Não temas”, ou seja, Deus nos diz para não termos medo. E por causa do medo ter alcançado Elias, ele fugiu e se escondeu em uma caverna. Será que é diferente conosco? Será que não fugimos também? Sim, acabamos nos escondendo para ninguém nos encontrar,talvez até mesmo de nós mesmos e quando isso acontece pensamos que todos os nossos problemas foram resolvidos e queremos que tudo acabe, para não sofrermos mais e nem fazer as pessoas ao nosso redor sofrerem. Isso, é se esconder em uma caverna! Lembre-se que a caverna é um lugar escuro, onde não tem conforto, onde tem perigos. Quando a pessoa está nesse estágio, ela não se importa onde está, como está e porque está ali, mesmo não sendo um lugar bom e agradável, mesmo sendo um lugar de perigos, o que importa é a “sensação” de estar protegida, segura e longe dos problemas.. Foi isso o que aconteceu com Elias, ele orou pedindo a morte. Que tristeza, mas é a realidade de muitas pessoas. Pessoas que se esforçaram no passado, que fizeram coisas extraordinárias, mas que em um momento da sua vida o medo tomou conta, e com o medo veio a fuga e por tudo ter se ajuntado hoje desejam até mesmo a morte. Mais uma vez Deus não desamparou Elias, e perguntou: O que você está fazendo aqui Elias? Ou seja, Deus estava dizendo que ali não era o lugar dele, que ali não era o que ia resolver seus problemas. E Deus faz a mesma pergunta para você: O que você faz ai? Esse não é o seu lugar, não é isso e nem assim que os seus problemas serão resolvidos.Deus te convida a sair da caverna, mas não para qualquer lugar, mas para estar diante da Sua presença. Deus tem um lugar preparado para te restaurar, para te curar, para te libertar, para te salvar, onde tudo vai mudar. Porque esse é o Deus que se manifestou para Elias e ele saiu finalmente da caverna. Deus disse:“Volte pelo caminho por onde veio…” Sendo assim, saiba que depois de vencermos o medo, sairmos da caverna e nos encontrarmos com Deus, nós voltaremos pelo mesmo caminho. Caminho antes que foi de vergonha, de desespero, de fuga, de desejo de morte, agora será o caminho da exaltação, da alegria, da vitória. Deus nunca te desamparou e nunca vai te desamparar, Ele cuida de você. E Ele quer que você vença o medo, saia da caverna e se apresente na Sua presença. Que Deus possa te abençoar, em nome de Jesus. Fonte: Internet.

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Virtudes Secretas

Uma mulher virtuosa não anuncia seus atos bons nem faz propaganda de si mesma. "Enganosa é a graça, e vã, a formosura, mas a mulher que teme ao SENHOR, essa será louvada." Provérbios 31:30 Mas o que realmente tem essa mulher? E quem ela é? O que ela carrega em si de tão especial para ser objeto de oração e interesse há tantos anos? Ela é aquela mulher que possui virtudes e as coloca em prática na sua vida, principalmente a serviço de Deus. Sem esperar algum reconhecimento, pois, sabe que está fazendo a vontade de Deus e não a vontade dela. Quando essa mulher faz algo com sinceridade de coração, isso provoca um fortalecimento interior muito grande e faz com que sua comunhão com Deus amadureça mais e mais, percebendo que sua fidelidade não pode e nem deve ser movida por reconhecimentos externos. Sua maior virtude será provada e construída internamente, porque a fidelidade real é ser discreta e silenciosa. Ainda que ninguém a perceba, pois a invisibilidade é o melhor perfume para a imagem de uma verdadeira mulher virtuosa. Sendo assim, no caminho de conquista das grandes virtudes para a nossa alma teimosa e desobediente, o esforço tem um papel imprescindível: O de disciplinar a nossa alma! Ensiná-la a olhar sempre para o sentido final, em cada detalhe do caminho, sem perder de vista o grande sentido da vida: amar a Deus sobre todas as coisas! É bom sempre lembrar que quem vive seu caminho reclamando precisa começar de novo, pois, provavelmente, está fazendo tudo errado. O caminho de esforço, com um sentido nobre de amor, provoca gratidão e não murmuração. E agradecer é um exercício de virtude! No entanto, para muitas outras o centro de suas vidas é falar da vida dos outros, reclamar do marido, do trabalho, reclamar e reclamar. Também a Bíblia nos ensina que não há nada mais desagradável do que ser obrigado a conviver com uma mulher que murmura e destila insatisfação. Eis o desafio: lutar para que sejamos mulheres admiráveis por nossas virtudes secretas. Que o centro da nossa vida seja mesmo o nosso amor a Deus. Amar é tomar uma decisão estável, madura e exigente, e isso implica esforço. Fonte: Internet

O Amor de muitos está Esfriando, não deixe o seu esfriar também!

"E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos se esfriará. Mas aquele que perseverar até ao fim será salvo." Mateus 24:12-13. Desde o começo a Bíblia relata atos de crueldade, mas nunca houve um tempo como o que estamos vivendo agora!!! Uma época onde as atrocidades se revelam com requintes de maldade como nunca antes visto. Guerras, atentados, sequestros, assassinatos, filhos matando seus pais, pais matando seus filhos, lares destruídos, busca a qualquer preço por dinheiro e poder. Uma época que representa bem o que Jesus se referiu no versículo acima. O mundo cria ao nosso redor uma estrutura funcional tão intensa, que acabamos por ignorar aquilo que é realmente importante, em prol de uma busca por satisfação pessoal e crescimento financeiro. As nossas mensagens que deveriam vir simplesmente repletas de amor, tanto pelo Senhor Deus como pelas pessoas, estão carregadas de uma prosperidade terrena, mundana e carnal; onde aquilo que você pode conquistar, é muito mais importante do que aquilo que Cristo já conquistou por todos nós. Apesar disso, ainda podemos ser condutores do verdadeiro amor, se abastecermos constantemente nossos corações de uma vida genuína com Deus. Se buscarem a Deus verdadeiramente, confiar mais em Deus, e não nos homens, lembre-se que somente Deus é amor! Somente Deus é capaz de destruir a maldade. Somente Deus transforma o coração do homem. Assim, a Palavra não é de derrota, mas sim de vitória: POIS AQUELE QUE PERSEVERAR ATÉ O FIM, SERÁ SALVO. Fonte: Internet

Postagens populares